Neste artigo vamos mostrar o procedimento de instalação do WHM/cPanel em seu servidor cloud de forma simplificada e fácil. Vamos começar! :) 

Primeiramente você irá precisar de um Cloud Server com a instalação limpa do CentOS 7 e dois IPs dedicados. O primeiro IP será o IP principal do seu cloud no qual responderá pelo hostname e o NS1. Já o segundo IP ficará apenas para o NS2.

Recomendo consultar os requisitos mínimos para o cPanel: https://documentation.cpanel.net/display/1150Docs/Installation+Guide+-+Hardware+Requirements

Se você possui 2GB de RAM já irá conseguir executar o cPanel, eu particularmente recomendo no mínimo 4GB de RAM ou mais dependendo do tipo de site que irá hospedar.

Com seu cloud já disponível, acesse-o via SSH com as credenciais fornecidas. Caso você não saiba como acessá-lo via SSH, confira nosso artigo clicando aqui.

Para que você não tenha que ficar efetuando vários ajustes e atualizações no sistema, preparei um script que irá automatizar todo procedimento de pré-setup do cPanel. Este script shell executará as seguintes funções:

  • Atualização do CentOS para última versão.
  • Ajuste do selinux.
  • Instalação do NLOAD, HTOP e IFTOP para monitoramento.
  • Instalação do comando SCREEN.
  • Download do script de configuração do CSF (Firewall) que utilizaremos mais tarde.

Para efetuar o download do script, execute o seguinte comando no console:

wget http://rapidcloud.com.br/sh/setup.sh

Após o download, execute o ajuste de permissão:

chmod 777 setup.sh

Por fim, execute o script e aguarde ele finalizar.

./setup.sh

Uma vez finalizado, seu cloud será reiniciado.

Acesse-o novamente e agora temos nosso ambiente atualizado e com todos os componentes necessários instalados. Por padrão, o CentOS 7 vem com o NetworkManager habilitado. Teremos que desativá-lo antes de iniciar a instalação pois o mesmo causa conflito com o sistema de gerenciamento de IP nativo do cPanel.

A cPanel fornece uma documentação completa para o ajuste para diversos tipos de ambientes, você pode consulta-la acessando o seguinte link:

https://documentation.cpanel.net/display/CKB/How+to+Disable+Network+Manager 

Os ajustes a seguir serão executados de acordo com a documentação acima. 

O primeiro passo para desativarmos o NetworkManager é acessar o local onde as configurações de interfaces ficam armazenadas no CentOS 7, podemos fazer isso executando o seguinte comando no console:

cd /etc/sysconfig/network-scripts

Agora digite o comando ls para listar as interfaces:

Iremos editar a nossa interface eth0. Lembre-se que sua interface pode ter um nome diferente, como ens192 por exemplo. Execute: 

vi ifcfg-eth0

Usamos o comando vi para editar o conteúdo da interface ifcfg-eth0, você também pode utilizar outros editores caso tenha conhecimento.

Com a interface eth0 aberta no editor, pressione a letra "O". A letra "O" irá pular uma linha e já habilitar o insert. Introduza a seguinte linha:

NM_CONTROLLED=no

Agora pressione a tecla ESC para sair do modo edição e em seguida pressione :wq e dê enter. O comando dois pontos wq irá salvar e encerrar o editor.

Para finalizarmos, execute os comandos abaixo, uma linha por vez, bastando copiar e colar em seu console:

systemctl stop NetworkManager.service
systemctl disable NetworkManager.service
systemctl enable network.service
systemctl start network.service

Feito isso, o NetworkManager já estará desativado. Agora um ponto importante: para que você não perca a comunicação com seu cloud após reinicia-lo é de extrema importância que verifique com seu provedor de serviços se eles exigem o roteamento para que a network funcione. Quando estávamos com o NetworkManager ativo, não tínhamos que nos preocupar com este detalhe pois o mesmo cuidava de tudo isso para nós.

Se seu cloud está conosco aqui na Rapid, será necessário configurar o Route no seu CentOS 7. Este procedimento é muito simples, então, mãos a obra!

O primeiro ponto é saber em qual node seu cloud está instalado, isso é importante pois teremos que obter o IP do node para configurar o roteamento. Na central do cliente, no menu serviços, você é capaz de saber em qual node seu cloud está instalado:

Caso você não consiga obter o IP do node, basta entrar em contato com a equipe de suporte que eles irão lhe fornecer todos os detalhes.

Neste exemplo, nosso cloud está instalado no node stcloud1, para obter o IP do node, precisamos apenas pingar stcloud1.rapidcloud.com.br:

O IP do stcloud1 é o 198.27.67.110, então substituiremos o final que é 110 para 254, ficando 198.27.67.254, este é o IP do route. Independente de qual o IP do node, sempre teremos que alterar o final para 254.

De volta ao console, vamos executar o comando abaixo para criar o arquivo de route para nossa conexão:

vi route-eth0

Lembrando que se sua interface possui outro nome, o route terá que ter o nome correto da interface, por exemplo: route-ens192.

Na edição, pressione a tecla "í" de insert e cole o seguinte conteúdo:

158.69.254.254 dev eth0
default via 158.69.254.254 dev eth0

Lembre-se de substituir o IP pelo o IP correto do seu node conforme informei acima e também o nome correto da interface. 

Feito isso, pressione ESC e execute :wq

Por fim, temos nosso ambiente pronto e configurado para receber a instalação do WHM/cPanel. Incialmente pode parecer que temos que fazer muitos ajustes, mas com o tempo todo este processo se torna simples e rápido de ser executado.

Vamos agora, finalmente a instalação do cPanel. Acesse o console, digite screen e pressione enter. O comando screen irá criar uma sessão no qual mesmo que sua conexão SSH com o servidor seja interrompida, os processos continuarão sendo executados. Se por ventura este problema ocorrer, basta acessar seu cloud  novamente e executar o comando screen -r para retornar a sessão anterior.

Com a sessão iniciada, vamos executar o comando abaixo para iniciar a instalação do WHM/cPanel:

cd /home && curl -o latest -L https://securedownloads.cpanel.net/latest && sh latest

O processo completo de instalação deve levar de 15 a 20 minutos, podendo variar bastante de acordo com os recursos computacionais de seu cloud.

Como você pode ver, levamos mais tempo ajustando e preparando o ambiente do que de fato instalando o cPanel. Todo este procedimento irá garantir que você tenha um ambiente configurado corretamente, evitando problemas ou até mesmo a impossibilidade de concluir a instalação do cPanel.

Lembramos que o cPanel é um software licenciado, se o IP do seu cloud nunca tiver recebido uma instalação do cPanel, será ativada uma licença trial de 14 dias. 

Você pode consultar o status de licenciamento do seu IP no link abaixo:

http://verify.cpanel.net 

Para obter valores e informações acesse: https://cpanel.net/pricing/

Você também pode comprar a licença do cPanel diretamente conosco, basta entrar em contato com nossa equipe para obter maiores informações.

Voltando a nossa instalação, quando ela estiver completa e finalizada, você verá maiores instruções para acesso ao WHM no console onde você deverá acessar para iniciar o procedimento de configuração.

Em breve teremos artigos dando continuidade a configuração completa do ambiente. Com base neste aqui você já é capaz de fazer uma instalação correta do cPanel em seu ambiente.

Os próximos artigos em produção seguindo a ordem de configuração  do WHM/cPanel:

  • Atualizando Banco de Dados MySQL.
  • Compilando o EasyApache4 com as versões do PHP e módulos desejados.
  • Ajustando o Eliminador do processo em segundo plano.
  • Instalando e configurando o CSF (firewall).
  • Ajustando o Handler do PHP global.
  • Fazendo ajustes finos no Apache para obter uma melhor performance.
  • Configurando backups diários no whm.
  • Instalando ClamAV.
  • Ajustando configurações gerais do WHM.
  • Ajustando o AutoSSL.
  • Alterando porta SSH padrão.

Conforme forem ficando prontos, ire linkando os artigos acima.

Abraços! :) 

Encontrou sua resposta?